DICAS PSICANALÍTICAS

Dicas Psicanalíticas

De todas as perguntas que fazemos sobre a vida, talvez nenhuma seja tão misteriosa e importante quanto a questão do funcionamento do cérebro.

É através do nosso cérebro que agimos como agimos, que amamos, sonhamos, sofremos, corremos, nadamos, nos lembramos do passado ou apreciamos tudo da vida.É graças a ele que somos quem somos.

Que a PSICANÁLISE ajuda a viver melhor, já sabemos há décadas.

Mas agora neurocientistas comprovam que a PSICANÁLISE tem fundamento científico. 

Sigmund Freud estava certo em suas descrições do funcionamento da mente humana.

Foi comprovado que o que move o ser humano, como Freud dizia, são IMPULSOS INCONSCIENTES, que sofrem repressão para não se tornarem conscientes.

E confirmaram que as experiências da primeira infância influenciam o padrão de conexões cerebrais que moldam a nossa personalidade e a saúde mental para o resto da vida.Tecnologias de imagens mostram que a psicoterapia também atua no cérebro, alterando circuitos neuroquímicos.

Quem são os NEUROTRANSMISSORES —- São substâncias químicas produzidas pelos NEURÔNIOS (células nervosas).

NEURÔNIOS — ou células nervosas  — são as unidades básicas do Sistema Nervoso

Como ocorre a movimentação dos NEURÔNIOS? Ela  é liberada por uma secreção do neurotransmissor –que é uma substância química, que se propaga pela fenda sináptica e estimula o neurônio seguinte.

 

É um espaço entre um NEURÔNIOS e outro NEURÔNIOS. Quando um potencial de ação ocorre, as vesículas se fundem com a membrana plasmática, liberando os neurotransmissores na Fenda sináptica.

 

TODAS EMOÇÕES X TODAS ATITUDES

 

Toda nossa psique, nossa vida, nossa saúde depende do nosso cérebro, nele depende toda a nossa existência.

 

E é a partir do Sistema Límbico que ocorrem as diversas interações entre os Sistemas Nervoso, Endócrino e Imunológico, interagindo as percepções cortico cerebrais com o Hipotálamo

 DICA

O organismo humano está muito bem adaptado para lidar com estresse agudo, se ele não ocorre com muita freqüência. Mas quando essa condição se torna repetitiva ou crônica, seus efeitos se multiplicam em cascata, desgastando seriamente o organismo.

 

 

Neurotransmissores mais importantes

Foram identificados mais de 70 de tipos de NEUROTRANSMISSORES. Além disso, eles podem se ligar a mais de um tipo de receptor, provocando muitos efeitos diferentes. 

 

Neurotransmissores e suas funções

SEROTONINA == Esse é um neurotransmissor que éincrementado por muitos antidepressivos tais com o PROZAC, ou o seu genérico a FLUOXETINA, e assim tornou-se conhecido como o ‘neurotransmissor do ‘bem-estar’. ‘ Ela tem um profundo efeito no humor, na ansiedade e na agressão. Conhecido como “molécula da felicidade.

ACETILCOLINA (ACh)== A acetilcolina controla a atividade de áreas cerebrais relacionadas à atenção,aprendizagem e memória. Pessoas que sofrem da doença de Alzheimer apresentam tipicamente baixos níveis de ACTH no córtex cerebral, e as drogas que aumentam sua ação podem melhorar a memória em tais pacientes. É liberada pelo sistema autônomo parassimpático.

NORADRENALINA == Principalmente uma substância química que induz a excitação física e mental e bom humor. A produção é centrada na área do cérebro chamada de “locus coreuleus”, que é um dos muitos candidatos ao chamado centro de “prazer” do cérebro. A medicina comprovou que a norepinefrina é uma mediadora dos batimentos cardíacos, pressão sanguínea, a taxa de conversão de glicogênio (glicose) para energia, assim como outros benefícios físicos.

GLUTAMATO ==  O principal neurotransmissor excitante do cérebro, vital para estabelecer os vínculos entre os neurônios que são a base da aprendizagem e da memória a longo prazo.ENCEFALINA  e ENDORFINA à Essas substâncias são opiláceos que, como as drogas heroína e morfina, modulam a dor, reduzem o estresse, etc. Elas podem estar envolvidas nos mecanismos de dependência física.

GABA == Essa substancia é um transmissor inibitório importante, na verdade a maioria da sinapses do cérebro usam GABA.

DOPAMINA == A dopamina é quimicamente muito semelhante ànorepinefrina. A liberação da dopamina em certas áreas do cérebro produz intensas sensações de prazer, e a pesquisa atual está investigando o papel da dopamina no desenvolvimento da adicções ou seja dos diversos vícios ilícitos ou lícitos —- álcool, drogas, chocolates, café, remédios, etc…

==== Um grande desafio neste estressante mundo atual é fazer o estresse na vida trabalhar a seu favor e não contra você. Pois cada um tem o seu limite para o estresse. A mesma situação pode causar reações diferentes, dependendo das particularidades de cada pessoa. Devemos aprender a relaxar apesar do estresse da vida diária.RESILIÊNCIA

CONCEITO de RESILIÊNCIA == Esta palavra ainda nova para os ambientes corporativos originou-se na física, sendo a propriedade que alguns materiais têm de acumular energia, quando submetidos a um esforço e, cessado o esforço, retoma ao seu estado natural, sem sofrer deformações permanentes.

Veja por exemplo,  o caso de uma vara utilizada no salto de altura: quando o atleta toma impulso para saltar, a vara curva-se, acumula energia, projeta o atleta sobre o obstáculo e depois retorna ao seu estado normal sem deformações.

 

 

Locais de ação à Essas substâncias atuam no encéfalo, na médula espinhal e nos nervos periféricos e na junçãoneuromuscular.

Doenças derivadas à com a diminuição dos neurotransmissores  pode ocorrer alterações do sistema supressor da dor, causando enxaqueca,depressãoansiedadefibromialogiador crônica, e outras doenças.

 

Todavia, para enfrentar todas essas adversidades, é preciso desenvolver uma característica que vem sendo dita como uma competência que tem conquistado.

 

 

Cada vez nos diversos espaços do meio organizacional até os internos de nosso emocional – RESILIÊNCIA. Hoje terá sucesso quem conseguir resistir e não cair…..

Sigmund Freud

Através do estudo da PSICANÁLISE, Sigmundo Freud, nos ensinou que devemos utilizar, a seguinte classificação, quando estivermos analisando os comportamentos humanos: NEUROSEPSICOSEPERVERSÃO e  PSICOPATA  

1o – NEUROSE

 

O conceito deNEUROSE é parte integrante daPSICANÁLISE.

Neurótico possuíleve grau de descompensação da personalidade
E o conceitoPSICOSE aparece, a princípio, como um saberPSIQUIÁTRICO

 

 

 

– O contato com a realidade e a atuação social não é atingido.
– Grande amplitude de sintomas psicológicos e somáticos, mas não há alucinação ou outros desvios extremos em pensamentos, sentimento ou ação.

– Raramente perde orientação no ambiente.

– Freqüentemente tem certeza e  compreensão da natureza do seu comportamento

 

– O comportamento neurótico é “resgatado” com oAUTOCONHECIMENTO no processo analítico da TERAPIA.
2o – PERVERSÃO

O conceito de perversão aparece com Freud, onde na vida adulta o indivíduo tem a sexualidade pré-genital infantil, em detrimento da sexualidade genital que ele considerada normal.

 

“(…) o perverso se caracterizaria como aquele cujo comportamento se afastaria do que estaria prescrito pela natureza.”.

A noção de pulsão pode ser entendida como uma descarga de energia que flui continuamente impulsionando o sujeito na busca de sua satisfação. Segundo Freud não existe um objeto único ao qual o sujeito deverá ligar-se para satisfazer suas fantasias, e sim diversas práticas sexuais consideradasdepravadas.
3o – PSICOSE

Significa um estado alterado da personalidade no qual a pessoa tem sensações que não correspondem à realidade e pensamentos que fogem ao seu controle.

 

O termo PSICOSE surgiu na França em 1869 que designou ini­cialmente o conjunto das chamadas doenças men­tais, o termo foi primeiramente empregado para designar a reconstruçãoINCON­SCIENTE, por parte do sujeito, de uma realidade delirante ou alucinatória.

O tratamento com o MÉDICO PSIQUIATRA

 

Restringindo-se depois às três grandes formas modernas da loucura:

 

Esquizofrenia

Paranóia

Psicose maníaco­-depressiva

Uma crise típica de Psicose se caracteriza por alguns ou todos os seguintes sintomas:

– Alucinações auditivas, visuais ou olfativas.

 

– Sensações e desconfiança de estar sendo observado, provocado, gozado.

– Controlado, perseguido, vigiado, traído etc.

– Sensação de que o ambiente esta estranho.

– Agitação, confusão, agressividade.

– Não falar coisa com coisa.

– Insônia e inapetência.

– Sensação de que os mais diversos fatos não são coincidências, mas sim que eles tem alguma coisa a ver com ela.

– Atribuição de significados diferentes a coisas reais que estão acontecendo.

– Isolamento

– Pensamento bloqueado, interrompido. A pessoa parece que não consegue transmitir uma idéia até o fim.

– Desleixo com a aparência e a higiene.

– Alguns pacientes, principalmente quando a doença aparece na adolescência ficam meio pueris, superficiais, com um sorriso inadequado.

 

4o – PSICOPATA

 

 

Este termo já foi utilizado ERRONEAMENTE como sinônimo de qualquer indivíduo com algum problema psiquiátrico.

Igualmente, é usado de forma falsamente para designar indivíduos que julgamos terem cometido atos anti-sociais, agressivos, ou às vezes até para ofender a quem não gostamos.

 

O termo personalidade psicopática foi introduzido a mais de 50 anos para designar indivíduos que, mesmo não sendo considerados doentes (psicóticos)  apresentam características do seu jeito de ser (personalidade) que são não são adaptativos.
Normalmente a psicopatia é associada a pessoas violentas, com aparência de assassinas e que podem ser facilmente identificadas.

 

Mas, diferentemente do que se costuma acreditar, o psicopata, em sua grande maioria, não são necessariamente assassinos.

 

Segundo a autora, os psicopatas são 4% da população:

— 3% são homens e
— 1% mulher.

Ou seja, a cada 25 pessoas, 1 (uma) é psicopata.

Podem estar nessa categoria tipos como:
– Malandro golpista 171,
– Sujeito que não tem emprego e vive de rolo,
– Aquele que cultiva amizades por interesse e descarta as pessoas depois de obter o que deseja,
– Sujeito que vive de explorar a tia velhinha,
– Executivo inescrupuloso que desfalca a firma.
– Adolescentes rebeldes,
– Indivíduos que não param no emprego,
– Indivíduos permanentemente endividadas,
– Jovens que não conseguem concluir nenhum curso.

Traço de personalidade dos não adaptativos: Impulsividade, Explosividade, Agressividade, Detalhismo, Insegurança.

 

Os estudos sugerem que os psicopatas têm pouca empatia, pena ou culpa, os alicerces da capacidade de cooperação humana.

Mas sentem desprezo e desejo de vingança.

Ou seja: os psicopatas comunitários, assim como os clássicos, funcionam com muita razão e pouca emoção.

LISTA DE SINTOMAS

 

Elaborada por Robert Hare, é um instrumento importante de diagnóstico, mas devemos lembrar que seu uso isolado, no entanto, não basta para determinar se alguém é psicopata ou não. Se for marcado mais de 08 é muito preocupante.

 

1.   (  ) Desembaraço em suas articulações pelas questões da vida

2.   (  ) Charme superficial, sedutor nos relacionamentos mesmo que não envolva desejos sexuais

3.   (  ) Emoções superficiais

4.   (  ) Sentimentos insuflados de importância pessoa, complexo de superioridade

5.   (  ) Busca por estimulação externa constante

6.   (  ) Sensibilidade à monotonia, não sente prazer em nada que envolva rotina

7.   (  ) Mentira patológica, sendo estas pequenas ou grandes

8.   (  ) Manipulação e chantagem

9.   (  ) Ausência de remorso e culpa

10.  (  ) Ausência de empatia pelos outros

11.  (  ) Estilo de vida parasita

12.  (  ) Promiscuidade sexual

13.  (  ) Controles comportamentais precários

14.  (  ) Problemas graves de comportamento na infância

15.  (  ) Ausência de objetivos de longo prazo

16.  (  ) Impulsividade

17.  (  ) Irresponsabilidade

18.  (  ) Incapacidade de se responsabilizar por suas ações

19.  (  ) Casamentos ou relacionamentos de curta duração

20.  (  ) Delinqüência juvenil

21.  (  ) Violação de condicional

22.  (  ) Versatilidade criminal

 

 

PROCESSO DE AUTOCONHECIMENTO

 

Que ocorre sempre no processo  de  AUTO-ANÁLISE,  com  descoberta  de nossa  PSIQUE – INCONSCIENTE, ou quem  realmente  somos.

 

Então inicie logo esta descoberta, de quem realmente é você. Pois assim, iremos tentar parar de encontrar os CULPADOS, para nossos erros, fracassos e nossas insastisfações.

 

Quando assumimos está postura, iniciamos o processo demudança, pois passamos a assumir a responsabilidade e o controle de nossa vida.

 

E podemos ter mais plenitude nas emoções (psique)  e iremos perceber os reflexos nos aspectos:

 

— Físico

— espiritual

— Teremos mais paz nos relacionamentos

 

FAÇA O TESTE ABAIXO

EXTROVERTIDO OU INTROVERTIDO

 

DICA:

 

 

Sugestões de LIVROS

 

Quem ama não adoece – Marco Aurélio da Silva

O ciclo da auto-sabotagem – Stanley Rosner

Minhas razões tuas razões (A origem do desamor) – Paulo Gaudêncio